quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Pensamento do dia:

"Felizes os que não são funcionários públicos!"

PS: Pensar que há uns anos sê-lo era sinónimo de estabilidade, segurança e vencimentos razoáveis...

1 comentário:

Tina disse...

Mesmo assim, estarão num patamar muito diferente da grande maioria dos funcionários de empresas privadas. Eles falam em cortes salariais, mas o salário deles é revisto anualmente e/ou sempre que sobem de escalão e quantos milhares de empresas não fazem aumentos e/ou actualizações de categorias há mais de 10 anos??!??!? Eles falam em dificuldades, em exigências... e quantos milhares de funcionários não públicos não passam meses ou anos em empregos onde são "explorados", onde fazem horas extraordinárias que lhes são pagas como normais ou simplesmente não são pagas???!!??! Falam em excesso de trabalho e será que não é algo com que se debatem também os outros funcionários que muitas vezes nunca chegam a ver o seu esforço diário recompensado?!?!? E, por curiosidade, alguém sabe qual é a percentagem de pessoas que já foram funcionárias públicas e deixaram de o ser?? Creio que será um número quase insignificante e perante esse resultado talvez fosse bom pensar: porquê?