segunda-feira, 26 de maio de 2008

Gargalhar


Que saudades que tenho de gargarlhar. De rir até as lágrimas escorrerem pela cara abaixo. Hoje, nem que fosse por riso nervoso, umas gargalhadas valentes dava-me tanto jeito. E o que eu gosto de me rir...

1 comentário:

Inês disse...

Vais voltar a gargalhar! Gargalhar às lágrimas das memórias que te unem a quem te adora e a quem contigo viveu dos melhores momentos da vida! Vamos gargalhar muito!

Nocas